Nicho de Mercado: 5 passos para você acertar na escolha

Antes de tudo. Se você quer trabalhar com marketing de afiliados e realmente obter resultados, é preciso ter em foco o seu nicho de mercado.

É perceptível o crescimento exponencial de pessoas ingressando nessa área da tecnologia digital, por ser um mercado promissor.

Hoje em dia tudo se faz pela internet. Desde uma pequena compra ou escolha de algum serviço até a venda de produtos digitais. Como e-books, cursos online e diversas outras formas de entregar conteúdo, buscando a comodidade de quem procura por essas ferramentas.

Qual a importância de ter um nicho de mercado bem definido?

Até me assusta falar um pouco disso, porque esse assunto veio me perseguindo muito no meu começo do marketing digital.

Eu sabia que queria ingressar no marketing digital, mas não sabia nem por onde começar. Parecia tudo muito distante da minha realidade. Mas agora eu quero ajudar você que com toda a certeza esta passando por isso agora.

Ter um nicho de mercado bem definido, não só no marketing digital, mas como em qualquer outro empreendimento é o ponto chave. É o “divisor de águas” que separa você do sucesso e o fracasso.

Outro ponto importante na escolha do nicho de mercado é escolher qual assunto você domina, gosta e tem interesse. Você vai passar a maior parte do seu tempo relacionado aos assuntos do seu nicho.

Exemplificando um pouco mais o nicho de mercado

Vamos supor que você goste de natação. Você vai falar apenas de assuntos relacionados a esse nicho. Até aí tudo bem. Mas você já fez uma pesquisa de mercado para saber se existem pessoas interessadas nesse nicho?

Não adianta de nada você gostar de natação e não ter um público que se sinta atraído por esse assunto.

Note que a internet esta voltada basicamente a 4 nichos: emagrecimento, saúde e beleza, ganhar dinheiro online.

Não estou dizendo para você focar em algum nicho desses só pelo motivo de “estar em alta”. Muito pelo contrário. Existem vários nichos ainda a serem explorados.

Aí entra a grande sacada. Ainda sim existem os sub-nichos, que nada mais é do que um assunto mais específico em volta do nicho que você escolher.

5 passos para você acertar na escolha do seu nicho de mercado

Depois de muito trabalho que eu tive em quebrar a cabeça na escolha do nicho de mercado, resolvi listar para você os 5 passos para você acertar na escolha do seu nicho. Foram 5 passos que para o meu desenvolvimento no marketing de afiliados deu super certo.

#1 Descobrir seus interesses pessoais

O primeiro passo é o mais simples (não que os próximos também não sejam). Você precisa fazer uma auto análise e observar seus valores e princípios.

  • O que você faz atualmente?
  • O que mais gosta ou gostaria de fazer?
  • Quais assuntos você domina?
  • Quais assuntos gostaria de aprender?
  • Possuí alguma habilidade ou algum diferencial?

Essa observação é muito importante a ser feita, porque o essencial é trabalhar com o que realmente gosta. E acredite, sempre há nicho de mercado, por mais pequeno que seja o público interessado.

Antes de ir para o próximo passo, anote em um caderno ou até mesmo em um documento de texto e salve.

 #2 Validando o seu Nicho de Mercado

Acredito para que pelo menos UMA das perguntas ali em cima você obteve resposta. Certo?! Certo!

Porém, nem tudo que queremos talvez seja uma boa oportunidade de mercado, falando no modo lucrativo. Vamos supor que você faz academia, sabe tudo de exercícios e musculação e resolveu entrar nesse mesmo nicho. Relativamente é um nicho ótimo, porém muito amplo.

Apostar em um sub-nicho com certeza seria a melhor solução. Um exemplo básico de sub-nicho em um nicho de musculação seria focar apenas em um determinado assunto. Como por exemplo, musculação para bumbum, musculação para mulheres grávidas, musculação para meia idade, enfim. Você pode explorar infinitos sub-nichos.

Explorar palavras-chave

Depois de escolhido o nicho de mercado a ser trabalhado, testar palavras chave é fundamental. Ver o numero de buscas e o crescimento de pesquisa anual/mensal das pesquisas sobre o nicho.

Hoje na internet existem diversas plataformas que fazem buscas de palavras chaves e analisam as buscas mensais feitas. Mas as principais (e as que eu também uso) são:

  • Keyword Planner: o planejador de palavra chaves do Google Adwords é uma ferramenta gratuita que também tem funções PRO. Para usar a gratuita basta fazer uma conta clicando aqui. Nessa plataforma basta você inserir a sua palavra chave. Como exemplo, vamos continuar supondo que seu nicho vai ser sobre musculação: “musculação para glúteos”. O keyword planner vai listas a variação de pesquisas anuais ou mensais. Lembrando SEMPRE que a variação de pesquisa é muito importante. Como “musculação para bumbum”, “bumbum grande”, “como fazer exercícios de glúteos”, enfim. A variação de palavras chave são muitas, e pra cada uma delas vai ser um resultado de volume de pesquisa diferente. Com essa ferramenta você vai ter uma base se seu nicho é bem “frequentado” se usar as palavras chave correta. Inclusive vai saber sobre a concorrência a respeito. Confesso que atualmente o keyword planner está muito limitado em seu uso. Existem novas ferramentas pra substituir e com toda certeza dão conta do recado.

 

  • UberSuggest: essa ferramenta não mostra o número de pesquisas feitas mensais, mas faz uma lista das palavras mais pesquisadas e dá várias sugestões de palavras chave.

Para conhecer melhor essa ferramenta clique aqui.

#3 Conhecer a sua audiência

Você já sabe o que a sua audiência procura? Quais assuntos mais interessa sua audiência? O por quê ela escolhe acessar seu blog?

Se você ainda não tem uma audiência, com quem você gostaria de falar e de se comunicar de forma eficaz?

Para contextualizar seu conteúdo, você deve saber com quem gostaria de estar falando. Assim fica mais simples de saber qual linguagem usar diretamente com essa pessoa. Seja ela escrita, na fala ou na linguagem corporal na hora de gravar vídeos.

Quanto mais se conectar com a sua audiência, com mais transparência sua mensagem vai ser passada ao seu público.

No nosso exemplo, supomos que seu nicho seria musculação. Para quem você gostaria de falar sobre musculação? Para jovens que não tem dinheiro para pagar academia? Para mães ou mulheres grávidas? Para meia idade? Entendeu a diferença?!

Você deve criar uma persona antes de por em prática o seu projeto. Mas antes de criar uma persona, temos que verificar se existe produtos disponíveis na plataforma de afiliados. Não adianta pensar em tudo e não ter produto pra você divulgar, não é mesmo?!

Sugiro que você faça uma pesquisa nas três plataformas mais usadas que já citei em um post anterior, que seria: Hotmart, Eduzz e Monetizze.

Ok. Se você seguir o que eu falei até aqui, você já terá escolhido (ou pensando) em algum nicho para você começar a trabalhar como afiliado. Já terá feito uma pesquisa de validação, para saber se há procura na internet a respeito do seu assunto. Você também já vai ter ideia do seu público-alvo, ou seja, com quem gostaria de falar. Já vai ter observado se existe produto relacionado com o seu nicho nas plataformas de afiliado para divulgar. Agora vamos construir nossa persona, para facilitar o trabalho de identificação do seu público.

Lembre-se: ter uma linguagem clara com seu público cria conexão. 

4# Persona: como e por que criar uma para seu negócio

 

Durante esse artigo já citei algumas funções de criar e ter uma persona definida. No marketing digital, conhecer o comprador é essencial. Nós do marketing digital trabalhamos acima de tudo com a construção de conteúdo. Não adianta entrar no marketing de afiliados sem pensar em construir conteúdo que realmente agregue valor na vida da sua audiência.

Afinal, o que é persona

Persona nada mais é do que a representação fictícia do seu cliente ideal. Ela é baseada em dados reais. Comportamentos, rotinas, características demográficas dos seus clientes.

Então, criamos personas para enviar a mensagem certa para a pessoa certa.

Talvez até aqui você já esteja um pouco confundido sobre tudo o que falei até agora, mas vou exemplificar. Antes de tudo, você precisa entender a diferença entre público-alvo x persona.

  • Público-alvo: homens e mulheres de 25 à 40 anos, casados, graduados em educação física, com renda média mensal de R$ 2700. Pretendem aumentar sua capacitação profissional e gostam de viagens.

 

  • Persona: José Henrique tem 26 anos, é personal trainer recém-formado em educação física e é autônomo. Pensa em viajar para a Europa com sua esposa para aumentar sua renda e capacitação profissional.

Enfim, foi um exemplo simples no qual eu acredito que deu pra você sacar a importância de ter uma persona. Em primeiro momento até pode soar um pouco parecido. Mas se sua estratégia de marketing for voltada ao José Henrique e não ao público-alvo como um todo, tende a surtir melhor efeito.

Se você ainda sente um pouco de dificuldades na hora de criar a sua persona, vou deixar o link do “O Fantástico Gerador de Personas” da Resultados DigitaisFantástico Gerador de Personas é um passo-a-passo que vai auxiliar você na criação dessa persona. Ao final das etapas, a ferramenta disponibilizará para download um PDF com todas as informações da persona documentadas.

>Clique aqui para acessar o Fantástico Gerador de Personas do blog Resultados Digitais<

#5 Começar o plano de ação

Essa foi uma dúvida que eu tive que tardou muito minha entrada no marketing digital. Eu ficava por horas, dias e até meses pensando em tudo isso. Tentando achar um plano perfeito, uma quantidade imensa de fãs, que surtisse efeito logo para me gerar rápidos resultados.

Quando eu entendi que o marketing digital não se trata de números e realmente precisava encontrar algo que eu teria paixão de gerar conteúdo de valor, tivesse consistência, os números aumentariam automaticamente.

Então não espere pela ideia perfeita. Comece a por em prática agora. Já! Com o tempo você vai se aperfeiçoando.

Se você quiser saber mais sobre nicho de mercado, sugiro que baixe meu livro digital gratuito clicando aqui!

Conclusão

Até aqui vimos a importância em ter um nicho de mercado bem definido. Manter o foco em seu nicho é a parte mais importante de todo o processo. Fazer o que realmente gosta é melhor, mas procure saber se o assunto no qual você gosta também existem mais pessoas que também se interessam. Faça uma validação de mercado, buscando encontrar o volume de pesquisas através de buscas de palavras-chave. Conheça a sua audiência e fale exatamente com a sua persona. Ter um plano de ação é melhor do que perfeição. Apenas faça que a perfeição vem com o tempo e a experiência.

Se gostou do que viu até, compartilhe nas suas redes sociais e deixe seu comentário!

 

Quer criar um negócio lucrativo do zero ou aumentar as vendas online?